Publicidade

Índice de homicídios caiu 25% no mês de setembro na Grande Ilha

Resultado de imagem para polícia militar em são luís

Dados levantados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Governo do Maranhão mostram que houve nova queda nos índices de violência durante o mês de setembro nos quatro municípios da Região Metropolitana da Grande Ilha. O levantamento considera os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), categoria usada nacionalmente que reúne homicídios, latrocínios e lesões seguidas de morte. A redução é significativa tanto em relação ao mesmo período do ano passado, quanto em relação ao mesmo mês de 2014.

O número total de Crimes Violentos Letais caiu em 25% na comparação com o mesmo mês de 2014. Foi o sétimo mês consecutivo com queda no índice. No acumulado do ano, também houve redução. De janeiro a setembro deste ano, o número de crimes letais contra a vida foi 20% menor que o do mesmo período de 2014. A principal redução ocorreu na cidade de São Luís, onde o número total de crimes violentos letais caiu de 521 em 2014 para 411 este ano.

Considerando somente os casos de homicídios, a redução é ainda maior: de 30% na comparação com o mesmo mês de 2014. No acumulado do ano, houve 20% menos homicídios na Grande Ilha que no mesmo período de 2014. Já as lesões seguidas de morte tiveram queda de 71% no acumulado de janeiro a setembro deste ano.

Os casos de estupro também seguem trajetória descendente importante. Em setembro, houve 30% menos casos na Região Metropolitana de São Luís. Ao longo deste ano, a queda foi ainda mais significativa: 40% menos casos na comparação com o mesmo período de 2014.

Queda continuada

A queda deste tipo de crime tem sido gradativa e é resultado de medidas específicas executadas para o combate, pontua o delegado geral de Polícia Civil, Lawrence Melo. Entre as medidas que foram tomadas pelo governo estão a criação de uma área que passou a tratar exclusivamente dos casos. O trabalho da Superintendência de Homicídios fez com que 40% dos crimes cometidos nos sete primeiros meses do ano tivessem seu autor identificado em menos de 72 horas. Em janeiro de 2015, esse percentual era de apenas 8%.

Essa melhoria de 300% no índice de solução de homicídios é fruto da reestruturação física e de pessoal promovida pelo Governo do Maranhão na Segurança Pública do Estado, de acordo com o delegado Geral, Lawrence Mello, e colabora com a diminuição da criminalidade registrada, por exemplo, na Região Metropolitana de São Luís. “O que nós observamos é que um homicida geralmente comete mais de um crime, e, quanto antes essa pessoa é identificada, mais rapidamente podemos representar o mandado de prisão na Justiça, cumpri-lo e tirá-la das ruas, evitando que ela cometa novos crimes dessa natureza’, explicou o delegado.

Os dados de setembro e deste ano consolidam a tendência de queda dos números de violência no estado, após o recorde negativo obtido no último ano da gestão Roseana Sarney. No período entre 2004 e 2014, a taxa de crescimento desse tipo de violência foi de 244,3% de acordo com Atlas da Violência no Brasil, divulgado em março deste ano pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Já em 2015, houve queda de 20%, que vêm se consolidando, como comprovam os novos dados deste mês.

Gráfico com a queda da violência na Grande Ilha

Gráfico com a queda da violência na Grande Ilha

Gráfico com a queda da violência na Grande Ilha

Gráfico com a queda da violência na Grande Ilha

Busca