Publicidade

Governo do Estado já cortou em 35% verba publicitária para a emissora dos Sarneys

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, em que falou de diversos temas como eleições governamentais, os avanços nas políticas públicas para os maranhenses e o apoio a Lula, o governador Flávio Dino comentou sobre a tentativa de Roseana Sarney de voltar ao poder e como tem lutado para combater o desgoverno feito pela filha de Sarney no Maranhão.

Dentre as medidas para uma gestão transparente e honesta, Dino comentou sobre a redução de 35% das verbas publicitária para a TV Mirante, que pertence a oligarquia Sarney. De acordo com o governador, o montante foi cortado de 54% da verba publicitária do Estado em 2012 para 19% em 2017.

A redução, claro, causou uma crise na emissora que era sustentada praticamente com o dinheiro público. Sem acesso à verba, a TV Mirante vai fechar o ano com uma série de demissões e encolhimento das redações tanto na TV, como no rádio e no jornal O Estado do Maranhão.

Dino afirmou que, dessa forma, Roseana usava o cargo como governadora para pagar a própria empresa que pertencia à família. “Ela [Roseana] pagava ela mesma”.

 

Busca