Publicidade

Governo começa a empossar professores aprovados no concurso público do Estado

Professores aprovados entregam documentação e são empossados

O governo do Estado começou a empossar nesta terça-feira (5) os 1.500 novos professores aprovados no concurso público para atuar em uma das unidades da rede estadual de ensino no Maranhão. O procedimento está sendo realizado no Instituto de Educação do Maranhão (Iema), antigo prédio do Marista, até dia 27 deste mês.

O secretário de Estado da Educação (Seduc), Felipe Camarão, destacou que o momento é significativo para a área de ensino. “O governador Flávio Dino tem um amplo projeto tendo como mote a valorização do professor. Isso passa pela questão salarial, e, hoje, o Maranhão tem a segunda melhor remuneração do país. Com esse concurso, em lugar de contratados serão empossados professores de carreira mostrando o compromisso da gestão com a docência em nosso Estado”, disse.

Do total de professores empossados, 75% atuarão nas cidades do interior. Para garantir qualidade no ensino, o Governo trabalha na reforma, manutenção e construção de escolas. Entre os programas estão o ‘Escola Digna’, que vai substituir estruturas de taipa por alvenaria, sendo que a primeira unidade será inaugurada estes mês, em Fortaleza dos Nogueiras.

A realização do concurso público para professor estadual inovou também por oferecer 230 vagas nas áreas de Braile, Libras e Educação Especial.

Cronograma

Nesta etapa, além da documentação, os aprovados passam ainda por perícia médica. Estes exames terão validade de 90 dias. As datas das avaliações foram marcadas de acordo com as disciplinas. Até esta terça-feira (5), serão avaliados os professores de Português e Revisor de Braile; dias 6 e 7, Matemática e Atendimento Educacional Especializado; dia 8, Biologia; 11, Artes e Educação Física; dia 12 é a vez do Instrutor de Libras e Intérpretes de Libras; Química e Geografia, dias 13 e 14; Filosofia, Língua Estrangeira-Espanhol e Língua Estrangeira-Inglês, dias 15 a 18; e Física, História, Sociologia e Transcritor de Braille, devem comparecer dias 19 e 20. Quem perder este prazo terá, ainda, uma segunda chance de 25 a 27, para entregar a documentação. Esta fase é eliminatória e quem perder pode ser desclassificado.

Documentos necessários

1 – Cópia autenticada e original do Diploma/Certificado ou Certidão com o Histórico Escolar de Conclusão de Curso (Nível Superior), devidamente registrado pelo órgão competente;

2 – Cópia autenticada da Cédula de Identidade, da Certidão de Nascimento ou Casamento, 3 – CPF e do PIS ou Pasep;

4 – Cópia autenticada do Título de Eleitor e Comprovante(s) da última eleição ou Certidão emitida pela Justiça Eleitoral;

5 – Cópia autenticada do Certificado de Alistamento Militar, se do sexo masculino;

6 – Atestado de Antecedentes Criminais e de Consulta, expedido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública onde tenha residido o candidato nos últimos 05 (cinco) anos;

7 – Certidão expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado onde tenha residido o candidato nos últimos cinco anos;

8 – Certidões negativas de condenação criminal nas esferas Estadual, Federal e da Justiça Eleitoral, bem como Certidão Negativa relativa ao TCE e TCU;

9 – Declaração de Bens;

10 – Uma foto ¾;

11 – Preencher ficha cadastral apresentando documentos comprobatórios de dependentes, para previdenciários.

Busca