Publicidade

Falta de infraestrutura em ruas e avenidas da Cidade Operária ainda causa transtornos

Rua na unidade 101 da Cidade Operária está tomada pela lama.

Rua na unidade 101 da Cidade Operária está tomada pela lama.

Por Renato Costa – Equipe blog

Um dos primeiros bairros a receber o programa “Mais Asfalto”, a Cidade Operária ainda sofre com sérios problemas de infraestrutura em suas ruas e avenidas. Buracos, lama e esgoto ainda são comuns em algumas regiões do bairro, e têm atrapalhado não só moradores, como também quem precisa trafegar pelo local. E o problema tem ficado pior com o período chuvoso, já que os pontos de alagamentos são mais comuns e escondem os perigoso das vias muitas vezes tomadas pelos buracos.

As áreas mais prejudicadas pela falta de infraestrutura se localizam próximas as unidades 201 e 101, que ainda não foram contempladas com a parceria firmada entre a prefeitura de São Luís e o governo do Estado. Na rua 201, próximo à feira da Cidade Operária, o asfalto já não existe mais. Em seu lugar, há muita lama e até esgoto. O mesmo acontece na rua projetada, e em outras ruas próximas

aqui2O problema, porém, é ainda pior nas avenidas do bairro, que servem de ligação para o Jardim América, Maiobinha, Santa Efigência e Cidade Olímpica. Isso porque, com os serviços sendo realizados principalmente nas ruas, as avenidas estão praticamente intrafegáveis em alguns pontos, o que tem criado lentidão para quem precisa sair ou entrar no bairro.

Na Avenida Oeste Interna, uma das principais saídas da Cidade Operária, localizada próximo à Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), moradores usaram entulho para tapar os buracos que tomavam parte das vias. A medida, de acordo com eles, visa diminuir os transtornos causados pelas crateras que têm prejudicado quem precisa trafegar pelo local.

Outras avenidas como a Duzentos e Três e Cento e Três,  uma das mais movimentadas do bairro, a situação é a mesma e as reclamações inúmeras. A condição precárias dessas duas avenidas do bairro foi retratada  pelo blog há um atrás. De lá para cá, pouca coisa mudou.

aqui3

 

Busca