Publicidade

Falha grave de segurança permitiu resgate de presos em Pedrinhas

O resgate de 4 presos ocorrido em Pedrinhas na madrugada deste domingo (05) poderia ter sido evitado. Relatório dos policiais do Batalhão de Choque da PM que atuaram na ocorrência revela que cerca de duas horas antes a Polícia já tinha informações da ação dos bandidos.

Os levantamentos do Serviço de Inteligência poderiam ter gerado uma ação policial capaz de impedir que os detentos fossem resgatados, mas isso não aconteceu. Todos os passos dos bandidos estavam sendo monitorados do lado de dentro e fora do presídio.

De acordo com o relatório, a Inteligência acompanhava a movimentação dos 8 homens que participaram da ação de resgate. Sabia dos carros que ele digirigam, mas as informações passadas à viatura Choque 14 que atendeu a demanda era insuficientes. Apenas 4 policiais militares combateram os criminosos que portavam armas de grosso calibre. Há relato de que até da explosão de uma granada.

Havia tempo suficiente para que uma ação mais enérgica fosse tomada pela forças policiais. Fica a pergunta: por que não o fez? Talvez tenham subestimado a ocorrência. A cúpula de segurança do estado admitie que houve erro e informa que já estão sendo tomados os procedimento para apurar responsabilidades.

Veja o relatório que narra cronologicamente os fatos a partir do ponto de vista dos policiais do Choque que se envolveram na ocorrência.

 

 

Busca