Publicidade

Exemplo de responsabilidade fiscal, Maranhão comemora 50 meses de pagamento em dia do funcionalismo público

 

Na contramão da maioria dos estados que enfrentam uma forte crise financeira, o Maranhão se manteve nos últimos anos como um dos exemplos de responsabilidade fiscal e completou nesta terça-feira, 26 de fevereiro, 50 meses de pagamento do funcionalismo público em dia.

A conquista é resultado de uma série de ações implementadas pelo governo do Maranhão para conter o desperdício de dinheiro público, mas ainda assim continuar investindo mantendo o crescimento do estado.

Por meio das redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) comemorou o resultado.

“Há 50 meses mantemos a folha dos servidores rigorosamente em dia. Hoje pagamos fevereiro. Alguns dirão que é ‘mera obrigação’. Mas no meio dessa brutal crise econômica tem sido uma grande vitória. Importante para os servidores e para movimentar a economia do Estado”, frisou o comunista.

A situação do Maranhão contrasta da crise enfrentada por outros estados como Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, que parcelaram o décimo terceiro, assim como o salário dos funcionários públicos.

No artigo “Ajuste para fazer mais”, publicado em novembro de 2018, Flávio Dino citou o rigor que vem adotando para manter o equilíbrio das contas públicas e manter os investimentos. “Todos podem ter certeza de que o dinheiro administrado pelo Governo do Estado é um dinheiro bem aplicado para o povo do Maranhão, convertendo-se em escolas, hospitais, estradas e policiais”, assegurou.

Busca