Publicidade

Estudantes e professores da rede estadual de ensino são destaque no IV Concurso de Redação da DPU

 

Dos seis estudantes maranhenses premiados no IV Concurso de Redação da Defensoria Pública da União, cinco são Rede Estadual de Ensino. Instituído com o objetivo de promover a discussão de temas ligados a realidade do país e incentivar o debate em salas de aulas, o concurso é destinado a alunos dos Ensinos Fundamental, Médio, Técnico e Educação de Jovens e Adultos (EJA), além de estudantes em situação de privação de liberdade matriculados em escolas da rede pública do país.

O concurso, este ano, teve como tema Promoção de Direitos Humanos e Garantia de Acesso à Justiça, em homenagem aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1948. Foram enviadas 6.623 redações, de estudantes de 512 escolas de todo o país. São premiados o estudante e o professor orientador de cada uma das seis categorias.

No Maranhão, os estudantes e professores do Colégio Militar Tiradentes se destacaram conquistando quatro prêmios. A estudante Kalynne Nayara Lima dos Santos, do 9º ano, e a professora orientanda Letícia Teresa de Sousa Gonçalves conquistaram o 1º lugar na Categoria I, para alunos do Ensino Fundamental II, mesma categoria em que a estudante Maria Sabrina Duarte Cantanhede, do 8º ano, e a professora Márcia Cristina Silva Correa, que conquistaram o 3º lugar.

A quinta premiação para a rede estadual de ensino, no concurso da DPU, veio com a estudante Alycia Raquel Cunha Gomes e a Regina Maria Santos Araújo, da U. I. José Giorcelli Costa.

Professoras orientadoras

Para as professoras que orientaram os alunos, os prêmios são resultado de muito trabalho e dedicação e cuidado para saber motivar os estudantes. “Esse prêmio é estimulador para nós professores, mas, acima de tudo para os nossos estudantes que se dedicam, que entendem a importância do estude e de ter objetivos na vida”, afirmou Letícia Gonçalves, orientadora de duas estudantes premiadas.

Para a professora Alessandra Barros, que orientou a estudante Izamell Jainara Lima Leite disse que o bom desempenhos dos estudantes no concurso mostra o quanto é importante ler e estimular, na sala de aula, o debate sobre temas sociais. “São relevantes para a sociedade, isso faz com que os estudantes desenvolvam senso crítico e visão cidadã”.

“Aluno que lê muito, escrever muito bem. Há uma preocupação muito grande da escola em preparar os estudantes para a vida, preparar cidadãos conscientes de seu papel na sociedade”, disse a professora Márcia Cristina Silva Correa.

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Rádio Timbira Ao Vivo
Busca

Rádio Timbira Ao Vivo

Facebook