Publicidade

Empresários querem barrar licitação do transporte público de São Luís

Um dos principais avanços na reestruturação do precário Sistema de Transporte Público de São Luís após décadas, a licitação que promete de ônibus novos a veículos com ar condicionado pode estar com os dias contados se depender dos empresários do ramo.

De acordo com o blog do Marrapá, os caciques das empresas estão resistindo às mudanças propostas pela licitação e prometem recorrer a “amigos” no Tribunal de Justiça do Maranhão e ao Tribunal de Contas do Estado para a barrar a medida.

Com um serviço precário, dispondo de veículos sucateados e superlotados, além do monopólio que algumas dessas empresas exercem, os empresário não querem perder os privilégios que por décadas gozaram. Dessa forma, ao propor a reestruturação e a modernização de um serviço que atualmente desrespeita os milhares de ludovicenses que precisam dos coletivos diariamente, a licitação se torna um inimigo que precisa ser eliminado.

Licitação

Entre outras coisas, o edital estabelece, que a frota para prestação dos serviços terá a idade média de, no máximo, cinco anos; que os veículos devem ser dotados de acessibilidade e substituídos, gradativamente, por ônibus com ar-condicionado. O edital prevê ainda a substituição imediata, a partir da assinatura do contrato, de cerca de 200 ônibus fora da idade média de operação exigida pelo contrato.

 

Busca