Publicidade

Em Nota, presidente do Sindicato dos Rodoviários nega qualquer acordo para retirada de cobradores

Por conta de boatos de que haveria paralisação dos rodoviários nesta terça-feira, 03, o Sindicato da categoria emitiu Nota para fazer o desmentido da notícia falsa, e, ao mesmo tempo, o presidente, Isaías Castelo Branco, aproveitou para voltar a negar que tenha feito qualquer acordo com o Sindicato Patronal, SET, para por fim à função de cobrador.

A Nota afirma que “entre os meses de agosto e dezembro do ano passado, a entidade, por diversas vezes, se reuniu com os empresários para discutir a Convenção Coletiva de Trabalho, com vigência para 2019. Nesses encontros uma das propostas apresentadas pelo SET, era sim, de por fim à função de cobrador, o que em nenhum momento foi aceito pelos representantes dos trabalhadores”

A Nota não faz nenhuma menção às reuniões realizadas posteriormente, em janeiro e março deste ano, com o “propósito de discutir a funcionalidade dos cobradores de ônibus”, conforme documentos assinados por representantes dos dois sindicatos, Patronal e de Rodoviários, publicados na imprensa. Reveja aqui. E aqui.

“Por fim, o Sindicato dos Rodoviários ressalta que o que vale é o documento que firmou a nova Convenção Coletiva de Trabalho e que garante a permanência do cobradores no sistema”, finaliza a Nota assinada por Isaías.

O que tem acontecido nos últimos dias, no entanto, vai de encontro à essas afirmativas. Os ônibus já começaram a circular sem a presença de cobradores.

Busca