Publicidade

Em meio a crise de abastecimento no país, Flávio Dino critica a “submissão” de Temer

 

O governador Flávio Dino (PCdoB) usou as redes sociais para criticar o presidente Michel Temer, em meio a uma grave crise de abastecimento em todo o país, causada pela greve dos caminhoneiros que culminou na interdição de diversas rodovias pelo país.

Por meio de seu perfil no twitter, Dino afirmou que um dos motivos do movimento grevista é o governo “ilegítimo”, em referência ao presidente Michel Temer, que não teria “autoridade, submisso a interesses estrangeiros na gestão da Petrobras”, afirmou.

Para o governador, a inércia do presidente está jogando o Brasil no caos e afetando a democracia.

Ainda por meio das redes sociais, Dino voltou a afirmar que o governo do Estado tem trabalhado para manter o abastecimento dos principais setores do estado. “Desde ontem o governo do Estado tem adotado medidas para garantir funcionamento dos transportes coletivos, inclusive do ferry boat para a Baixada. Vamos continuar agindo assim, visando preservar interesses coletivos essenciais”, finalizou.

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Rádio Timbira Ao Vivo
Busca
Facebook