Publicidade

Em mais uma parceria, governo e prefeitura construirão avenidas para interligar bairro de São Luís

O projeto prevê a construção de pontes e avenidas em diversos pontos na capital.

O projeto prevê a construção de pontes e avenidas em diversos pontos na capital.

O Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís lançam nesta segunda-feira (6) o projeto Interbairros, que ligará os bairros da capital maranhense, aprimorando as vias urbanas e construindo novas pontes. O projeto Interbairros, que receberá investimentos na ordem de R$ 32 milhões do Governo do Estado, pretende diminuir o congestionamento das principais avenidas de São Luís.

Ao todo, o Governo do Estado construirá 14 conexões entre bairros, totalizando 21,4 km. A maior intervenção será entre a estrada Maioba e Avenida dos Holandeses, onde serão executados 8,5km. O evento de lançamento do projeto acontecerá às 10h, no Palácio dos Leões, e contará com a presença do governador Flávio Dino, do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e de secretários do Estado e do Município.

No projeto Interbairros, o Governo do Estado será responsável por 14 ligações, sendo: entre a estrada da Maioba e a Avenida dos Holandeses; a Rua Boa Esperança e a Rua do Aririzal; a Rua Eduardo Magalhães e Altos do Calhau; entre o Vinhais Velho/Recanto dos Vinhais e a Avenida Daniel de La Touche; a Avenida Guajajaras e a Rua do Arame; a Avenida São Marçal e Avenida dos Africanos; a Rua Haroldo Paiva e Avenida 2 do São Cristóvão; o Angelim e Boa Esperança; a Avenida dos Portugueses e a Vila Maranhão; conexão entre o Bequimão e Angelim; o Parque Sabiá e a Forquilha; o Pão de Açúcar e o Bequimão; entre a Cidade Operária e o Jardim São Cristóvão e a Via Expressa e o Maranhão Novo.

Essas intervenções garantem maior racionalidade ao trânsito das ruas de São Luís. “Essa parceria é importante para melhorar a infraestrurura da capital. O nosso trabalho será em conjunto com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes e juntos contribuiremos com a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, disse Clayton Noleto, secretário estadual de Infraestrutura.

 

Busca