Publicidade

Deputados aprovam pedido para que duplicação da BR-135 fique a cargo do Exército

Na tentativa de resolver o imbróglio envolvendo a interminável obra de duplicação da BR-135, que vem se arrastando há quatro anos, deputados estaduais aprovaram na última quarta-feira (6), na Assembleia Legislativa, um requerimento coletivo solicitando ao presidente interino, Michel Temer, e ao ministro dos Transportes, Maurício Quintella, que o Governo Federal repasse a duplicação da BR-135 para o Exército.

Responsável atualmente pela obra, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) tem sido criticado pelo ritmo lento em que as obras estão sendo realizadas, e pelas péssimas condições de infraestrutura da BR, principal via de acesso à capital.

Autor da proposta, o deputado Eduardo Braide (PMN) pediu que a Mesa Diretora da Assembleia enviasse com urgência o requerimento nº 351, tanto ao presidente interino, Michel Temer, como para o ministro dos Transportes, Portos e Viação, Maurício Quintella, tendo em vista à necessidade de garantir que o término da duplicação da BR-135 aconteça o quanto antes.

A solicitação é para que a obra seja repassada para o Departamento de Obras do Exército. O presidente da Casa, Humberto Coutinho (PDT), informou irá determinar à assessoria que envie ainda na quarta o requerimento.

Na semana passada, após um grave acidente na rodovia que culminou na morte de oito pessoas, o governo do Estado do Maranhão criticou duramente o órgão e afirmou que a finalização da obra poderia diminuir a incidência de acidente na BR.

Busca