Publicidade

Cunha usa Waldir Maranhão para destituir relator de sua cassação no Conselho de Ética

i

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), conseguiu mais uma vez adiar o processo de cassação de seu mandato no Conselho de Ética. Dessa vez, Cunha usou o vice-presidente da Casa, deputado Waldir Maranhão (PP-MA) para destituir nessa quarta-feira (9) o relator do processo no conselho, deputado Fausto Pinato (PRB-SP).

A manobra foi realizada após Cunha não conseguir adiar a votação do conselho, que se reuniu hoje, após a maioria dos integrantes votarem pela continuação da Comissão. O presidente conseguiu, então, através de Waldir Maranhão, que a mesa diretora destituísse Pinato. Tanto Cunha como Waldir Maranhão são investigados na Operação Lava Janto.

O fundamento jurídico é que Pinato fez parte do mesmo bloco partidário de Cunha, por isso estaria impedindo de analisar o processo contra o presidente da Câmara.

A decisão deve fazer com que mais uma vez a reunião da Comissão seja adiada.

Parlamentares anunciaram que vão recorrer ao plenário da Casa para tentar derrubar a decisão da mesa diretora.

Com informações da Folha de São Paulo*

Busca