Publicidade

Caso do bebê que desapareceu em Belágua se aproxima de 3 meses e tia do menor pede justiça

O desaparecimento do bebê Jhonatan Alves dos Santos, que sumiu da casa dos pais no município de Belágua a 280 km de São Luís,  está prestes a completar três meses. O bebê que a época tinha menos de 2 meses de vida desapareceu no dia 21 de Junho. 

O intrigante desaparecimento do menor parece que aos poucos cai no esquecimento. Em vídeo enviado ao blog do Antenor Ferreira, a tia da criança, Marilene dos Santos, que chegou a ser presa temporariamente acusada pela mãe de Jhonatan como uma das responsáveis pelo seu desaparecimento, externa revolta com a morosidade da justiça. 

Eudilene dos Santos, mãe do pequeno Jhonatan, culpou seu então companheiro e pai do bebê, Tadeu do Nascimento dos Santos, a cunhada Marilene, e seu sogro, Raimundo Alves, que estiveram detidos pelo período de 5 dias, na Unidade Prisional de Ressocialização de Chapadinha (UPR).

Marilene traz detalhes inéditos dessa novela, como o fato de ainda no dia do desaparecimento de Jhonatan, a mãe da criança, junto com uma advogada e a avó materna, terem se reunido a portas fechadas, sem que ninguém mais da família soubesse o teor da conversa. 

Veja o vídeo: 

Busca