Publicidade

Câmara de Santa Inês decide dar licença a prefeito acusado de estupro

Ribamar Alves

Em uma decisão polêmica, a Câmara Municipal de Santa Inês decidiu nesta segunda-feira (15) conceder por 8 votos a favor e 7 contra, uma licença de trinta dias ao prefeito José de Ribamar Costa Alves (PSB). No pedido, protocolado pelo próprio gestor, Ribamar alegou que estaria se ausentando do cargo por  ‘motivo de força maior, que o impede de estar presente’. O prefeito segue detido no Complexo Penitenciário de Pedrinhas acusado de estuprar uma jovem de 18 anos.

Com a decisão, Ribamar Alves segue no cargo e o município continuará a ser comandado pelos secretários municipais.

A defesa do prefeito já entrou com dez pedidos de habeas corpus no no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas todos foram negados. Na tentativa de conseguir a sua liberdade, o  prefeito chegou a mudar de advogado.

O vice-prefeito do município, Ednaldo Alves Lima (PT), afirmou que entrará na Justiça contra a decisão do Legislativo municipal.

Com informações do G1.

 

Busca