Publicidade

Bira pronuncia-se sobre suposto monitoramento e afirma que fatos foram distorcidos

Bira pronuncia-se sobre suposto monitoramento e afirma que fatos foram distorcidos

O deputado Bira do Pindaré (PSB) também se pronunciou durante a sessão plenária da tarde de segunda-feira (23) sobre o suposto envolvimento da Polícia Militar do Maranhão em monitoramento de políticos adversários do Governo do Estado, juízes eleitorais, representantes do Ministério Público e delegados do interior maranhense, cujo comportamento poderia comprometer o processo eleitoral.

O parlamentar ressaltou que o caso merece reflexão e recordou aos colegas de plenário o posicionamento do governador Flávio Dino, lembrando que o mesmo afirmou não ter autorizado tal medida. “O Governo do Estado, inclusive, informou que o documento será investigado. Além disso, o policial que o assinou já foi afastado de sua função e as investigações estão em andamento”, frisou.

Bira abriu um parêntese e demonstrou estranheza em relação ao fato de a mídia local e nacional atribuir o episódio a um ato autoritário do governador Flávio Dino, distorcendo a história e os fatos, segundo ele.

“De maneira ridícula, rasteira, superficial e sem nenhum sentido. Quem entende de ditadura é a oligarquia. Quem foi que comandou a ditadura no Maranhão? Foi a oligarquia, a qual querem trazer de volta para o poder. A oligarquia vive uma crise de abstinência porque está longe do poder e usa todos os artifícios para tentar atingir a imagem do governador, que é positiva. Até a Rede Globo publicou matéria em seu site afirmando que ‘é o governo mais eficiente do Brasil’”.

Na visão do deputado, a matéria veiculada foi tendenciosa. “A moda agora é fake news (notícia falsa). Querem fazer isso e todo dia inventam uma história. Usam o poderio midiático deles, que é uma verdadeira ditadura, ou seja, a ditadura da mídia, porque a mídia no Brasil pertence a meia dúzia e, aqui, contamos nos dedos e sabe-se quem é que manipula a maior audiência no Maranhão e usa isso politicamente”, disse.

Bira criticou a repetidora da TV Globo no Maranhão, que, segundo ele, “ é incapaz de mostrar uma única linha do que acontece no Maranhão, quando se trata de notícia do governo. Não mostra, por exemplo, a redução da taxa de criminalidade e que o Maranhão é o estado que mais cresceu em 2017. Mas quando pegam um assunto como esse, vão ao ridículo. Como é que pode? Espionagem por ofício? Eu nunca vi isso”.

O deputado finalizou com uma mensagem: “A única coisa que posso, neste momento, é realmente revelar a nossa indignação com essa ditadura midiática, com esses ataques sem fundamentos, com esses factoides e mentiras que todo dia usam contra o governo, tentando macular sua imagem. Não vão conseguir e a oligarquia não vai voltar. O povo vai vencer mais uma vez”.

Busca