Publicidade

Aumenta índice de devolução de veículos roubados que retornaram aos seus proprietários

Aumenta índice de devolução de veículos roubados que retornaram aos seus proprietários. (Foto: Divulgação)

O Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (BPRV), com apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) vem realizando um intenso trabalho para coibir os crimes de roubos de veículos no Estado. Entre janeiro e outubro de 2017, 70 veículos foram recuperados, durante as operações de fiscalização de trânsito e devolvidos aos seus proprietários.

Isso ocorre porque o Detran-MA vem realizando cursos de Identificação Veicular e Documental (IDV), capacitando policiais, agentes de trânsito e vistoriadores para identificar e coibir crimes como falsificação de documentos, roubo, furto e receptação de veículos.

A diretora geral do Detran-MA, Larissa Abdalla, comemora os resultados afirmando que o órgão vem intensificando o trabalho de combate a práticas criminosas com foco no roubo e clonagem de placas e chassis de veículos. “Seguindo orientação do governador Flávio Dino vamos continuar investindo na qualificação de nossos profissionais, contribuindo para diminuição da criminalidade”, destaca a diretora.

Para o Comandante da BRPV, Tenente Coronel Augusto Magalhães, os resultados positivos contabilizados são frutos do aumento das fiscalizações de trânsito em todo o Maranhão. “As operações de fiscalização de trânsito tiveram um aumento considerável na atual gestão do Governo do Estado, elevando o índice de recuperação de veículos roubados”, ressalta.

Segundo ele, mesmo nas operações “Lei Seca”, que tem o objetivo de prevenir acidentes de trânsito causados por condutores que consumiram álcool, os policiais agem, durante as ações fiscalizatórias, com abordagens de verificação da legalidade do veículo e do condutor.

“Durante as fiscalizações os policiais fazem abordagens completas e seguras no combate das práticas criminosas no trânsito. Quando isto é constatado, é sempre uma satisfação devolver o bem ao seu legítimo proprietário”, afirma o comandante.

Busca