Astro de Ogum nega ter conhecimento de esquema de chantagem sexual

Em entrevista a uma emissora de TV local, o vice-presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Astro de Ogum (PR), 61 anos, voltou a falar sobre as denúncias de abuso e chantagem sexual mediante fraude que culminou na prisão de 2 de seus assessores. (Reveja AQUI)

O parlamentar nega as acusações de participação no esquema, e afirma não ter conhecimento dos crimes praticados pelos assessores Raimundo Costa, o Filho, e a transexual Raíssa Martins.

“Se eu tivesse conhecimento, era o primeiro a combater. Eu não tenho conhecimento, não sou responsável por nenhum assessor meu e às vezes nem os pais dão conta do que os filhos fazem”, disse o parlamentar em entrevista à TV Mirante

De acordo com as investigações da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), os assessores teriam criado um falso perfil na internet se passando por uma mulher, que era usado para atrair a atenção de homens. Segundo a polícia, depois que a vítima mandava fotos íntimas, os chantagistas exigiam sexo para não espalhar as imagens nas redes sociais.

O esquema começou a ser investigado após denúncia do jovem identificado apenas como Kaio, de 20 anos, que afirmou ter sido vítima dos assessores e também de Astro, com o qual teria sido obrigado a manter relações sexuais.

Durante operação de busca e apreensão na casa do parlamentar, no último dia 12, a Polícia prendeu em flagrante os dois assessores, e também Astro de Ogum, que foi autuado por posse ilegal de arma de fogo. O vereador foi liberado após pagamento de fiança no valor de R$ 2 mil reais.

Astro de Ogum continua sendo investigado pela SEIC, e, após três tentativas de depoimento, permaneceu em silêncio durante interrogatório na última semana.

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook