Publicidade

Área Itaqui-Bacanga será beneficiada com a maior obra de saneamento realizada em SLZ

Uma das áreas mais abandonadas em todos os sentidos por todas as administrações municiapais, com certeza, é a área Itaqui-Bacanga. Mesmo com densidade eleitoral de cacife para decidir uma eleição para prefeito e com capacidade de eleger vários vereadores, a região vive sem nenhuma infraestrutura e só é valorizada em tempo de eleição.

Uma comunidade com mais de 300 mil habitantes, numa área onde estão instaladas grandes empresas que formam um complexo industrial gerador de emprego e renda para gente de todos os cantos da Ilha e de cidades vizinhas, com um dos maiores portos do mundo e a faculdade federal do estado, não poderia estar todo esse tempo invisível aos olhos do poder público.

Um grande passo em favor da região está sendo dado com a construção e ampliação do sistema de esgotamento sanitário da margem esquerda da Bacia do Bacanga. Dentro de 22 meses, mais de 31 mil famílias distribuídas em 30 bairros do eixo Itaqui-Bacanga passarão a contar com um novo sistema de esgotamento sanitário de qualidade. Obras que integram o Programa de Recuperação Ambiental e melhoria da Qualidade de Vida da Bacia do Bacanga.

As obras seguem em ritmo acelerado

Com recursos de R$ 42 milhões oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com contrapartida da Prefeitura, as obras de construção do sistema de esgotamento sanitário seguem em ritmo acelerado e envolvem a construção de 211 km de redes de coleta de esgoto, com um total de 31.116 ligações condominiais. Também serão construídas 13 estações elevatórias (de bacia e transposição de bacia), que serão instaladas nos pontos mais baixos da região, mapeados topograficamente pelo projeto.

Na primeira etapa da construção do sistema de esgotamento, estão sendo instalados tubos de 100 e 150 mm, interligando todas as ruas e, na fase seguinte, todas as casas da região contemplada. Os resíduos de esgoto domiciliar, que eram despejados nas ruas, a céu aberto, provocando doenças, mau cheiro e desconforto para os moradores, agora serão tratados, depois de serem transportados pelas estações elevatórias até a Estação de Tratamento do Bacanga. A obra será finalizada em até 22 meses e irá garantir maior qualidade de vida e valorização dos imóveis interligados à rede.

Após as ações de saneamento, a Prefeitura realizará o pavimento das ruas. Nos bairros do Paraíso e Sá Viana esse trabalho deve ser iniciado até março. A população terá impactos profundos e muitos ganhos positivos com essa que é uma das maiores obras da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Principais bairros beneficiados

A obra beneficiará os bairros Prainha, Bonfim, Vila Nova, Vila Roseana Sarney, Vila Ariri, São Raimundo, Gancharia, Anjo da Guarda, Alto da Vitória, Conjunto E.I.T., Vila Isabel, Vila Dom Luís, Vila Bacanga, Vila Cerâmica, Alto da Esperança, Residencial Ana Jansen e Sítio do Tamancão. E a montante da barragem do Bacanga: Sá Viana, Jambeiro, Riacho Doce, Piancó, Vila Embratel, Residencial Paraíso, Vila Zagueiro, América do Norte, Residencial Primavera, Residencial Resende, Vila São João da Boa Vista e São Benedito.

 

Busca