Publicidade

Após reunião, governo retoma obras em escolas e redefine calendário escolar

Em reunião com gestores, secretária de Educação, Áurea Prazeres, redefiniu o calendário escolar.

Em reunião com gestores, secretária de Educação, Áurea Prazeres, redefiniu o calendário escolar.

Com o objetivo de reorganizar o calendário letivo e discutir medidas para a retomada imediatas das obras paralisadas em algumas escolas de São Luís, o governo do Estado realizou nesta quarta-feira (8), uma reunião com gestores das escolas que tiveram obras financiadas pelo BNDES no governo passado e que estão paralisadas desde setembro de 2014.

No evento estiveram presentes além da secretária de Educação, Áurea Prazeres, os gestores das escolas Maria Mônica Vale, Roseana Sarney, Lara Ribas, Y Bacanga, Cidade Operária I, Rio Grande do Norte, Arimatéia Cisne, Padre Antônio Vieira, Paulo VI e Mário Meireles. Na ocasião, ficou definido que o início das aulas nessas escolas deverá acontecer até o final deste mês de abril.

Para tentar solucionar necessidades estruturais em cada uma das unidades de ensino, o Estado afirmou que vai destinar um repasse emergencial, por meio do Caixa Escolar para que essas escolas possam ter condições de iniciar o ano letivo.

Durante a reunião foi montado ainda um cronograma para agilizar as obras das escolas, definindo o início das aulas em cada um dos centros de ensino. “Vamos manter um acompanhamento rigoroso e diário para garantir o ritmo das obras, porque nossos estudantes não podem ser prejudicados. Portanto, montamos uma força tarefa para reorganizar o calendário e acelerar essas obras”, assegurou a secretária Áurea Prazeres.

De acordo com a secretária a determinação do governador Flávio Dino é no sentido de assegurar infraestrutura para que estudantes e professores tenham condições de elevar os indicadores educacionais do estado.

Busca