Publicidade

Aplicativo Telegram é adotado como comunicador instantâneo padrão do TJMA

Com a proibição em todos o país imposta pela Justiça ao “Whatsapp”, começaram a aparecer cada vez mais alternativas ao mais popular aplicativos de mensagens do país. Porém alguns usuários e até instituições públicas e privadas já haviam deixado de usar o app e recorreram a outras plataformas para a comunicação digital.

Dentre elas está o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), que seguindo orientações da Diretoria de Informática e Automação definiu o aplicativo Telegram como a ferramenta mais adequada, passando a ser o comunicador instantâneo padrão entre magistrados e servidores do Judiciário maranhense.

Com a ideia de otimização de recursos, ao invés de desenvolver um “chat” próprio do TJMA, que demandaria tempo e custos, a Diretoria de Informática optou pela utilização do mensageiro multiplataforma, gratuito e que oferece mais segurança nas trocas de mensagens que os demais aplicativos. “O Telegram é um aplicativo semelhante a outros bastante utilizados pelos usuários de smartphones, mas que tem a característica multiplataforma, podendo ser utilizado pelo usuário em tablets, desktops e outros aparelhos, independentemente do seu celular estar ligado ou não e com usuário único”, explica o diretor de Informática, Paulo Rocha Neto.

BENEFÍCIOS – O aplicativo é gratuito e está presente em todas as plataformas, oferecendo uma identidade única ao usuário – ele cria um nome de usuário (@nomedeusuario) que pode ser utilizado entre os contatos para identificação. Focado na segurança e privacidade, tem suas mensagens de texto criptografadas e opcionalmente autodestrutivas – nos chamados “chats secretos”. Os usuários podem enviar fotos, vídeos e documentos (todos os tipos de arquivos suportados), e os grupos no Telegram têm limite de 200 usuários.

Ele está disponível para diversos dispositivos, smartphones, tablets e computadores desktops, nos sistemas Android, iOS, Windows Phone, Windows, OS X e Linux, além de sua versão web.

CONFIGURAÇÃO – Para configurar o Telegram, o ideal é que seja inicialmente através de smartphones, baixando o aplicativo e em seguida se cadastrando. Automaticamente, toda a agenda de contatos que estiverem utilizando o mensageiro aparecerá no aplicativo. Feito isso, o usuário pode configurar o Telegram nos demais dispositivos usando o mesmo número de telefone (mesmo que seja em outro aparelho que possua outro chip), nos tablets ou desktops.

Para facilitar, a Diretoria de Informática está instalando em todos os computadores utilizados pelo Tribunal de Justiça do Maranhão o aplicativo próprio para desktop.

O Telegram foi fundado em 2013, pelos irmãos Nikolai e Pavel Durov, fundadores do VK, a maior rede social da Rússia.  É uma empresa independente, não ligada ao VK e baseada na cidade de Berlim, na Alemanha. O Telegram é identificado pela sua marca com um círculo azul e um avião de papel.

CARACTERÍSTICAS – Todas as conversas são criptografadas; sincronização na nuvem entre dispositivos; maior velocidade no envio de mensagens; distribuição de servidores em todo o mundo para maior segurança e velocidade;API em código aberto e protocolo livre para todos; gratuito, sem propaganda e mensalidades; possui versões móveis, versões para desktop e navegador web; pode enviar fotos, vídeos e “documentos” (todos os tipos de arquivos suportados, até 1,5Gb de tamanho); player multimídia embutido que faz a reprodução de links de sites como YouTube, Vimeo e Soundcloud na própria mensagem; grupos para 200 membros; qualquer membro de um grupo pode adicionar outros membros; chats secretos com criptografia end-to-end; mensagens de autodestruição em chats secretos; status de leitura da mensagem: 1 traço = enviada, 2 traços = aberta; envio de stickers (emotions e adesivos); é possível adicionar um contato sem precisar do número de telefone (basta saber o nome de usuário).

Busca