Publicidade

Ainda o estádio Dário Santos

Postamos aqui um vídeo produzido pelo blog com uma reportagem sobre o estádio de futebol no bairro Moropóia, em São José de Ribamar, alvo de denúncias envolvendo o ex-prefeito da cidade Luís Fernando Silva.

As imagens foram captadas no dia 25 de janeiro de 2014, portanto, bem atuais. O vídeo atingiu em cheio o secretário-candidato de Roseana Sarney, que, tido como “exemplo” de gestor, foi desmascarado. Acusando o golpe, de imediato, os blogs alinhados ao projeto de perpetuação de poder do clã Sarney saíram em defesa.

Leia também:

A sujeira debaixo do tapete de Luís Fernando

Convênio de Luís Fernando foi denunciado

Escreveram que as obras do estádio seguiam “dentro do cronograma” e “de vento em popa”, com fotos da “obra” datadas, segundo dizem, de 06 de fevereiro, 11 dias, portanto, depois das imagens registradas em nosso vídeo. Considerando o que eles dizem, que as obras estejam de “vento em popa”, não se pode dizer que estejam “dentro do cronograma”. Portanto, o desafio é para que respondam as seguintes questões:

1 – Como um obra anunciada em 2007 e que deveria estar pronta no ano seguinte poderia estar “dentro do cronograma”, se ainda não está pronta?

2 – Depois de um novo prazo para ser finalizada, que seria 2010, 4 anos depois ainda precisa estar “de vento em popa”?

3 – O “cronograma” previa a parada de mais de 2 anos sem nenhuma movimentação no local?

4 – Estava dentro do “cronograma” um tempo para deixar exposta a estrutura de ferro que vai sustentar a cobertura e que agora está enferrujada?

5 – O novo prazo de 120 para concluir a obra será cumprido?

E olha que ainda falta explicar as outras irregularidades da obra, hein?

 

Busca