Publicidade

Adidas retira do mercado camisetas que fazem alusão a turismo sexual no Brasil

O governo brasileiro repudiou, internautas se manifestaram nas redes sociais, o presidente da Embratur reagiu e a Adidas anunciou a retirada do mercado das camisetas produzidas para 'promover' a Copa do Mundo que relacionavam o Brasil ao turismo sexual. A empresa disse que a camiseta fazia parte de uma edição limitada que só seria vendida nos Estados Unidos.

Leia aqui: Gringo pensa que Brasil se resume a putaria

A Adidas é patrocinadora da Copa do Mundo, e, para promover o evento, produziu camisetas com uma frase em inglês “Lookin’ to score”, que pode ser traduzida como “em busca dos gols”. Mas também é uma expressão que significaria algo como “pegar garotas”, com uma conotação sexual. A imagem de uma moça de biquíni não deixa dúvidas da dupla intenção.

A Adidas suspendeu a venda depois que o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), repudiou o vínculo da imagem do Brasil com o turismo sexual. Flávio Dino enviou uma carta à empresa pedido a retirada das camisetas do mercado. Dino afirma que a promoção turística do Brasil no exterior não faz esse tipo de referência, e tem o objetivo de mostrar um país culturalmente diverso, com roteiros turísticos, ícones patrimoniais, belezas naturais, hospitalidade e modernidade.

 

 

Busca