Prefeitura de São Luís

Acusado de receber 50 milhões em propina, Márcio Lobão, filho do ex-ministro é preso pela Lava Jato

Márcio Lobão, filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, foi preso na manhã desta terça-feira (10) na 65ª fase da Lava Jato, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF). A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado e foi efetuada no Rio de Janeiro (RJ). As informações são do G1.

A nova etapa da operação investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Segundo o MPF, Márcio Lobão e Edison Lobão solicitaram e receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht em R$ 50 milhões entre 2008 e 2014.

O mandado de prisão foi expedido contra Márcio Lobão porque, conforme o MPF, há indícios de que ele permanecia praticando o crime de lavagem de dinheiro em 2019.

A defesa de Márcio Lobão disse que ainda não obteve acesso aos autos. Edison Lobão, o pai, não foi alvo desta fase da Lava Jato.

Ainda segundo a denúncia do Ministério Público federal, em dez anos, de 2007 a 2018, o patrimônio de Márcio Lobão aumentou de aproximadamente R$ 8 milhões para cerca de R$ 44 milhões. Essa quantia é do que foi declarado à Receita Federal. Mas, de acordo com os procuradores, há contas e valores que não foram declarados.

Os valores podem ser ainda maiores, pois, conforme o MPF, além dos crimes de corrupção ligados à participação da Odebrecht no contrato de construção da Usina de Belo Monte, são investigados benefícios em mais de 40 contratos de quase R$ 1 bilhão.

Esses contratos, ainda de acordo com o MPF, foram firmados pelas empresas Estre Ambiental, Pollydutos Montagem e Construção, Consórcio NM Dutos e Estaleiro Rio Tietê.

Radialista e Jornalista, Professor de Comunicação e Oratória, Locutor Publicitário e Apresentador de TV
Busca
Rádio Timbira Ao Vivo
Facebook