Publicidade

Ação da polícia já resultou na prisão de 50 suspeitos de envolvimentos nos ataques a ônibus

Policiais continuam megaoperação deflagrada na região metropolitana de São Luís. Foto: Karlos Geromy/Secap

Com a intensificação da megaoperação realizada pela Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros em toda a região metropolitana de São Luís, 50 pessoas suspeitas de estarem envolvidas em ataques a ônibus em São Luís foram presas desde a última quinta-feira (19), quando as ações criminosas começaram.

Através de adoção de medidas como policiais embarcados em ônibus, blitzen, incursões nos bairros para patrulhamento e captura de procurados da Justiça, a cúpula de segurança do Estado garantiu a normalização da circulação de ônibus e reduziu os números de ataques a ônibus na região metropolitana.

De acordo com o tenente-coronel Marques Neto, comandante do Batalhão Tiradentes, a ação policial direcionada para os coletivos foi distribuída entre grupamentos que cobriram os Terminais de Integração (Praia Grande, Cohab, São Cristóvão e Distrito Industrial), linhas para os bairros, paradas de ônibus e buscas nos bairros. O comandante destacou o trabalho voluntário de vários policiais que abriram mão de suas folgas para a segurança da população.

“Estamos fazendo um trabalho completo de cobertura de todas as regiões da ilha, andando embarcados e o mais interessante é que estamos com um corpo policial reforçado. Muitos policiais se apresentaram, estão abrindo mão voluntariamente de suas folgas para estarem aqui, reforçando a corporação”, afirmou o comandante.

Prisões

O tenente Antônio, também do batalhão Tiradentes, foi um dos que abdicou do descanso. “Estou aqui para ajudar os meus parceiros e a população. Por isso decidi vir voluntariamente”, explicou o policial.

O resultado das prisões é fruto do trabalho integrado da Polícia Civil, Militar e Corpo de Bombeiros e das estratégias de policiamento ostensivo que está sendo aplicado em toda a região metropolitana.

“A força do Estado não vai permitir o retorno dessas ações violentas. Todo o contingente policial do Maranhão está mobilizado. Aumentamos nossa atuação em todos os quadrantes da região metropolitana, muitos criminosos foram presos e isso vai continuar”, afirmou o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela.

 

Busca