Publicidade

A força política de Carlos Brandão e o enfraquecimento do PSDB no Maranhão

Resultado de imagem para Carlos Brandão ao Partido Republicano Brasileiro (PRB)

Deputados federais, estaduais, prefeitos de todas as regiões do Maranhão, ex-prefeitos, vereadores, presidentes de partidos e lideranças políticas participaram do grande ato de filiação do vice-governador Carlos Brandão ao Partido Republicano Brasileiro (PRB).

O concorrido evento ocorrido em São Luís evidenciou a força política de Brandão e do governador Flávio Dino, que juntos comandam um governo popular e que também tem muito prestígio com a classe política.

A saída de Brandão do PSDB para ingressar no PRB muda o cenário eleitoral no Maranhão. Apesar de ser um dos maiores partidos do Brasil, os tucanos estão esvaziados no estado. Durante o evento, comentou-se que cerca de 27 dos 30 prefeitos do PSDB devem deixar a legenda nos próximos meses.

Alguns manifestaram que não pretendem deixar o partido, mas confirmaram que caminharão ao lado do governador Flávio Dino e de Carlos Brandão, que deve continuar a ser vice na chapa das eleições de outubro.

A força demonstrada por Carlos Brandão ratifica o tiro no pé dado pela Executiva Nacional do PSDB, que caiu no conto do senador Roberto Rocha e defenestrou o vice-governador da presidência do partido tucano.

No Maranhão, 11º maior colégio eleitoral do país, o PSDB caminha para um resultado ainda mais pífio do que o dos últimos anos, já que está apostando suas fichas em Roberto Rocha, candidato ao governo, que não figura com 3% das intenções de votos em nenhum levantamento realizado até o momento.

O PSDB perdeu grande chance de ter um palanque forte para as eleições presidenciais. Quem ganhou com isso foi o PRB, que, com a força de Brandão, com certeza crescerá nas próximas eleições.

Busca