Publicidade

Após ter prisão preventiva decretada, Ribamar Alves é transferido para Pedrinhas

1_img_20160129_wa0033-213618

Suspeito de ter estuprado uma estudante de dezoito anos, o prefeito de Santa Inês Ribamar Alves foi transferido para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, após a Justiça decretar sua prisão preventiva. A decisão saiu na noite da última quinta-feira (29), após uma audiência de custódia, que contou com a presença do prefeito.

Ribamar Alves deu entrada Presídio São Luís I (PSL I), às 2h da manhã desta sábado e ficará em um pavilhão especial para quem tem ensino superior.

De acordo com a decisão do TJMA, que determinou a prisão do gestor, ficou provado os indícios de autoria e materialidade da conduta delitiva do prefeito Ribamar Alves. “Os fatos relatados e as provas juntadas não trazem dúvida quanto à conduta delitiva do custodiado. […] Embora o custodiado sustente que tenha havido consentimento da vítima, os depoimentos da mesma e de uma testemunha seguem direção contrária”, pontuou o desembargador Froz Sobrinho durante a leitura de sua decisão.

Durante a audiência, o custodiado ratificou o depoimento dado à polícia, no qual confirmou ter tido relação consensual com a jovem de 18 anos, que mora no Paraná e teria ido trabalhar como missionária para o Santa Inês.

Com informações de O Imparcial. 

 

Busca