Artigo: Eleições limpas

Resultado de imagem para eleições 2016

Por Flávio Dino, governador do Maranhão

O respeito ao voto popular, manifestado em eleições livres e diretas, é essencial para que tenhamos um Estado Democrático. O princípio fundador da democracia moderna pode ser resumido pela máxima “cada homem, um voto”, lapidada por John Locke. O pensador inglês vivia num mundo em que a vontade do rei valia mais que a de qualquer cidadão. Em contraposição, defendia um sistema decisório em que a opinião de cada um dos cidadãos teria peso igual. Aqui no Maranhão, até bem pouco atrás, vivíamos realidade semelhante à enfrentada por Locke. Um domínio pré-republicano em que duas ou três famílias consideravam-se donas de todo um estado, em um sistema de nítidas marcas oligárquicas.

O povo soube manifestar sua vontade e libertar-se dessas correntes que nos condenavam ao atraso, expresso nos piores índices sociais do país. Desde o primeiro dia de governo, com firmeza, estamos trabalhando para virar essa página e construir uma democracia assentada na busca da igualdade de direitos. Os primeiros números que começam a aparecer, como os de grande melhoria no IDEB (Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico) da rede estadual, me dão a certeza de que estamos no caminho certo.

No próximo domingo, os maranhenses são chamados novamente a manifestar sua consciência por meio do voto, declarando nas urnas seus desejos para o futuro de nossas 217 cidades. É tempo pois de refletir, já que esta semana que se inicia vale por quatro anos. Tenho convicção sobre o valor sagrado da vontade popular autônoma, por isso, no meu governo, o poder do Palácio dos Leões não foi usado como plataforma de candidaturas. Mantivemos o espírito de um governo democrático, republicano, que não faz operações com dinheiro público para financiar qualquer candidato que seja, ao contrário do que foi regra por 50 anos em nosso estado. E continuamos a combater duramente a agiotagem, esse perverso sistema em que campanhas são financiadas em troca do futuro controle de parcelas da máquina pública.

Eu tenho estado nas ruas, sempre aos finais de semana ou à noite, mas como militante das boas ideias, prestando contas sobre nosso trabalho e levando minha palavra de solidariedade aos companheiros de luta, não importando se eles vão ganhar ou perder. Procuro ser leal a quem é leal comigo, e tenho certeza de que essa é a melhor conduta.

A diferença temporal entre a visão de Locke no século 17 e a construção que fazemos ainda nos dias de hoje no Maranhão mostra como a consolidação da democracia é uma luta diária e ainda longe de sua batalha final.

Finalizo com um convite a todos. Vamos lutar para que essas eleições, na reta final, sejam limpas. Cada cidadão maranhense pode ser um fiscal da cidadania que garantirá a realização de um pleito limpo e sem interferências ilegais, em cada um de nossos 217 municípios. Para isso, disponibilizamos um serviço para alertar as forças de segurança sobre qualquer suspeita de crime eleitoral. É o Disque Denúncia que funcionará pelos telefones 3223-5800, em São Luís, e pelo 0300 31 35 800 no interior. Você ainda pode fazer sua denúncia pelo site https://www.ssp.ma.gov.br/disquedenuncia ou pelo email disquedenunciamaranhao@gmail.com. Todas as denúncias serão apuradas, com garantia de absoluto sigilo aos denunciantes.

O voto é uma escolha sua e de mais ninguém. E no Maranhão de hoje não há mais lugar para donos, senhores, coronéis. Vamos continuar a construir um Maranhão de liberdade de opiniões e de consciências, em que o dinheiro de ninguém valha mais do que a vontade coletiva. Boas eleições!

Share and Enjoy

Comentários

Comentários1

Secretaria de Segurança reforça policiamento em São Luís neste fim de semana

Operação ostensiva garante segurança em São Luís. (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Segurança Pública intensificou a presença das polícias nas ruas durante este sábado (24). Além do efetivo da Policia Militar, 60 policiais civis estão realizando ronda ostensiva, cobrindo as regiões Norte, Sul, Leste e Oeste da Grande Ilha.

Auxílio da população no combate ao crime

Denúncias que ajudem a policia no combate ao crime podem ser repassadas por meio dos números de WhatsApp (98) 9.9163-4899 e pelo aplicativo `Byzu`, compatível com todos os sistemas operacionais de celular. A instalação é feita em poucos minutos.

Share and Enjoy

Comentários

Comentários1

Escutec: Wellington cai e eleição pode ser definida ainda no primeiro turno

Politica3 dom:Layout 2.qxd

Se depender da Escutec, as eleições municipais em São Luís devem ser definidas ainda no primeiro turno. Na pesquisa divulgada neste sábado (24), e que avaliou as intenções de votos dos candidatos à prefeitura, o atual prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Júnior (PDT) Edivaldo Holanda Júnior (PDT), da coligação Pra Seguir em Frente, ampliou a vantagem e, em relação à pesquisa anterior, subiu 10 pontos. Edivaldo saiu de 35,6% para 45,3% na pesquisa estimulada.

Principal adversário do atual prefeito, Welligton do Curso segue em segundo com 24% das intenções de voto. Eliziane  (PPS), da coligação São Luís de Verdade, continua em terceiro com 8,8%. Eduardo Braide (PMN) tem 5,5% e Fábio Câmara (PMDB), da coligação Coragem pra Fazer, 3%. Rose Sales (PMB) obteve 2%.

O levantamento apontou que Edvaldo tem 49,8% de preferência do eleitorado, contando os votos válidos (quando não se inclui os votos em branco e os nulos), o que o deixa bem perto dos 50% mais 1, necessários para a vitória no primeiro turno.

Os candidatos Zeluis Lago (PPL), Cláudia Durans (PSTU) e Valdeny Barros (PSOL) tiveram 0,5% das intenções de voto cada um. Disseram que não votaria em nenhum dos candidatos somou 4% e não sabe ou não respondeu, 6%.

Wellington cai 

A pesquisa revelou ainda o cenário nada agradável para o candidato Wellington do Curso, que após crescer nas últimas pesquisas, o nome do candidato perdeu força e já apresenta queda nas intenções de votos. De acordo com a pesquisa, Wellington tinha 26,3% e caiu 2,3%. A mesma tendência foi constatada por Eliziane Gama, que perdeu 2,7%, já que no levantamento anterior apareceu com 11,5%, Fábio Câmara, que perdeu 0,5% e Rose Sales, 0,9% . Além de Edvaldo, apenas Eduardo Braid cresceu. Na pesquisa publicada no último sábado, 17, Braide tinha 4,6% e agora chegou a 5,5%.

Edivaldo Júnior lidera também o cenário na pesquisa espontânea. O pedetista aparece com 40% e é seguido de longe por Wellington do Curso, que obteve 22,4%. A candidata Eliziane Gama obteve 7,3% da opinião dos entrevistados, Eduardo Braide, 4%, Fábio Câmara com 3% e Rose Sales com 1,5%.

Zeluis Lago, Cláudia Durans e Valdeny Barros obtiveram 0,5% cada um. Não votaria em nenhum dos candidatos somou 5,9% e não sabe ou não respondeu, 14,5%.

Pesquisa ouviu 800 eleitores

A Pesquisa Escutec/O Estado ouviu 800 eleitores nos dias 21 a 23 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o intervalo de confiança, de 95%. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral com o protocolo MA 04039/2016.

1474673495-769552838

Com informações de O Estado do Maranhão***

 

Share and Enjoy

Comentários

Comentários1

Polícia Civil faz maior incineração de drogas do Maranhão

127_1634-1180x502

Mais de duas toneladas de drogas foram incineradas pela Polícia Civil, montante avaliado em R$ 6 milhões. A maconha lidera o ranking com 538% de aumento nas apreensões somando 1,8 toneladas; seguida pelo crack com aumento de 221% pela apreensão de 280 kg. Segue na lista a cocaína pasta base com 12,3 kg fora do mercado; e as demais drogas – ecstasy, o ‘loló’ e outros com 4,2 kg apreendidos. O volume é resultado das apreensões realizadas pela Superintendência Estadual de Combate ao Narcotráfico (Senarc), órgão criado em setembro do ano passado com estrutura moderna, dotado de equipamentos e efetivo com qualificação específica para o combate a este crime.

Esta foi a maior incineração de entorpecentes realizada pela Polícia Civil, destaca o superintendente da Senarc, delegado Carlos Alessandro Rodrigues. “Temos conseguido grandes apreensões gerando prejuízo aos traficantes e prendido os distribuidores, evitando que as bases do tráfico sejam abastecidas. Isso mostra o resultado positivo do planejamento feito para impedir este crime”, destacou Carlos Alessandro. A última incineração ocorreu em janeiro deste ano, quando foram destruídos 770 kg de drogas.

Para se ter um comparativo do aumento considerado das apreensões, em todo o ano de 2014 foi apreendido apenas 104 kg de drogas; até setembro de 2015 somaram 644 kg; e de setembro de 2015, quando foi criada a Senarc, até a primeira semana deste mês, foram aproximadamente três toneladas tiradas de circulação. Outro resultado do trabalho profissionalizado da Senarc é o aumento também nas apreensões de armas, em 60%; e na prisão de suspeitos, em 34%. Somaram 55 armas tiradas do crime, 264 pessoas detidas por tráfico e cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão, a partir da criação do órgão. Antes da criação do Senarc essa soma é bem menor: foram apenas 22 armas apreendidas e 174 suspeitos de tráfico presos.

A criação do canal de denúncias via whatsapp potencializou os resultados das ações do órgão e é considerada uma das ferramentas mais importantes na contenção do tráfico de drogas. Funcionando no número (98) 9.9163-4899, o novo meio funciona todos os dias, 24 horas e permite à população denunciar de forma anônima. “Este é um canal que está em pleno funcionamento e que ultrapassou nossas expectativas. Esperamos que a comunidade continue colaborando, pois essa participação é muito importante para nosso êxito”, concluiu o delegado Carlos Alessandro.

O superintendente da Senarc atribui os resultados positivos ao investimento realizado pela atual gestão no setor com o aumento de efetivo, resultante do planejamento estratégico com o mapeamento das rotas de tráfico, principalmente no interior do Estado, onde já ocorreram as maiores apreensões de entorpecentes. O órgão foi todo reestruturado se transformando em uma Superintendência que agregou mais condições de trabalho e melhores ferramentas para combater este crime. “A resposta é esse grande volume de drogas retiradas do mercado criminoso e a sociedade cada vez mais livre do vício e dos crimes que têm origem no tráfico”, enfatiza o superintendente da Senarc.

O superintendente informa, ainda, que a Senarc no próximo mês vai implantar o ‘sessão cinofilia’, que consiste na utilização de cães farejadores para a localização de drogas e armas em locais de difícil percepção humana. E ainda este semestre será executado o projeto educativo tendo como público alvo alunos da rede pública do ensino fundamental, inicialmente, com objetivo de orientar sobre os riscos dos entorpecentes.

Share and Enjoy

Comentários

Comentários1

4 anos após projeto fracassado, VLT ressurge em promessas de candidatos à Prefeitura

Resultado de imagem para VLT são luís

Quatro ano após o então prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), anunciar a fracassada intenção de implantar na capital o Veículo Leves sobre Trilhos (VLT), na tentativa de reverter a péssima campanha que vinha realizando para a sua reeleição, o projeto ressurgi nas eleições deste ano, o veículo ressurgi nas promessas de candidatos nas eleições deste ano.

Um dos primeiros a apresentar um plano para o VLT nessas eleições foi o candidato Wellington do Curso, que pretende implantar os trilhos na área da Avenida Litorânea. O projeto serviria para principalmente para turistas, mas na prática, teria pouca utilidade para os milhares de ludovicenses que diariamente precisam do transporte público da capital.

De acordo com Wellington, o VLT sairia da Praça do Pescador e percorreria toda a orla da litorânea. Porém, não é preciso ir muito longe para descobrir o quão péssima foi a ideia. A litorânea é atualmente usada para a prática de esportes e principalmente para corridas e caminhadas, parece pouco lógico as pessoas irem à praia para andarem de VLT. Sem falar que não é barato botar o VLT em funcionamento, e o dinheiro usado para isto, poderia ser melhor utilizado no sistema de transporte público.

Outra ideia igualmente absurda foi proposta pelo candidato Fábio Câmara. Em seu programa eleitoral, o candidato afirmou que pretende trazer o VLT para atender a zona rural de São Luís. A priori, o projeto parece ser uma boa ideia, tendo em vista que a nessa região, o número coletivos ainda não é suficiente para atender a população.

Porém, mesmo com toda a verba necessária para fazer o veículo um percurso de apenas 17km, usando trilhos já existente saindo da estação de Mandubé até Aracanga, ainda na zona rural. Ou seja, o veículo seria de pouca utilidade já que apenas atenderia até o Tirirical, bem distante do Centro e de outros pontos da capital.

O mais grave ainda é que, independente do projeto apresentado, o VLT foi condenado pelo Ministério Público. Este ano, em uma decisão inédita, a justiça condenou as empresas Serveng Civilisan S/A e Bom Sinal Indústria e Comércio, que terão que arcar com todos os custos de armazenamento e conservação do veículo. Mesmo sem ter entrado em operação, o VLT custou aos cofres públicos mais mais de R$ 7 milhões e não tem qualquer viabilidade técnica para funcionar.

Share and Enjoy

Comentários

Comentários1